Dirummad

Gravidez Anembrionária

Já disse aqui que sempre tive o sonho de ser mãe mas sempre buscava uma estabilidade financeira e acabava adiando esse sonho.. até que um dia aconteceu! Hoje vou falar da minha primeira gestação, a Gestação Anembrionaria.

A família do meu marido é de Ribeirão Preto e como de costume, vamos passar a virada do ano com eles. Consegui pegar uma semana de “férias” e fomos para lá na virada de 2014/2015. Como sempre, fiz as malas as pressas e depois de quatro dias que estava lá, percebi que não havia levado o anticoncepcional… (e agoraaa?) Estava a quatro dias sem tomar e pra quem faz o uso, sabe que ficar quatro dias sem, já desregula todo o ciclo, fora o risco de uma gravidez. Fiquei assustada e ao mesmo tempo com uma vontade imensa de não tomar mais e tentar engravidar. Conversei com meu esposo e chegamos na conclusão de que a partir daquele momento, eu não iria mais tomar anticoncepcional e deixaríamos o tempo agir, se fosse da vontade de Deus, eu iria engravidar em 2015, mesmo sem o concurso chamar e sem a tão sonhada “estabilidade financeira”.

O ano se iniciou, a correria continuou e o concurso não chamou, porém, engravidei! O que? Estou grávida!? Estou grávida!! Sim, fiz o teste dia 8 de Março de 2015 e deu positivo. Mas já, como assim? Demorou um pouco para cair a ficha, mas logo me acostumei com a ideia e já sai contando a novidade até para o carteiro da rua.

Os enjôos vieram, mas eu não vomitava, tinha dias que acordava super bem que até esquecia que estava grávida e outros acordava mal, mas não como minhas amigas diziam ou como eu lia nos diversos blogs sobre gravidez. Percebi que havia algo estranho, mas sempre guardei só para mim. Até que no dia 6 de Abril, o dia do primeiro ultrassom, veio a decepção. Não consigo explicar até hoje o sentimento que tive ao descobrir que a minha gestação era a Anembrionária.

A gravidez anembrionária (ou anembrionada) acontece quando um óvulo fertilizado se implanta no útero, mas o bebê não se desenvolve. Ao fazer uma ultrassonografia, no primeiro trimestre da gestação, o saco gestacional aparece vazio, sem embrião dentro. É o chamado “ovo cego”.

Apesar de as causas não serem totalmente identificadas, a gestação anembrionária costuma ser considerada um acidente da natureza. Quando um óvulo é fertilizado por um espermatozóide, as células começam a se dividir. Algumas se desenvolvem em forma de embrião, outras em forma da placenta e do saco gestacional.

Em alguns casos, a parte do óvulo fertilizado que deveria se tornar o bebê não vai para a frente (provavelmente porque aconteceu um erro durante a fertilização e há cromossomos demais ou de menos), mas a que se destinaria à placenta e às membranas continua crescendo dentro do útero.

Pois bem, o corpo não reconhece que o saco gestacional está vazio porque ainda existem os hormônios que conduzem a gravidez, que já não é o esperado para uma gestação normal, por isso eu tinha altos e baixos nos sintomas. Quando os hormônios diminuem, ocorre o aborto espontâneo, mas isso pode durar muitas semanas. Eu estava com 9 semanas e optei por fazer a curetagem, segundo o meu médico, seria melhor.

Fui para casa arrasada, sentido enjoos, peitos doloridos e o pior, sabendo que não tinha nada ali dentro.. meu sonho não estava crescendo.. tudo foi muito decepcionante. Me internei no dia seguinte e dia 8 de Abril, fiz a curetagem. O Procedimento em si, não é nada ruim.. você simplesmente apaga e quando acorda, tudo já foi feito.. fui pra casa no mesmo dia. A pior parte é antes, quando colocam o Citotec.. Passei a noite toda sozinha (não deixaram ter acompanhante), com muitas dores, dores horríveis e sangrando muito e o sentimento de incapacidade, tristeza e frustração, pois meu sonho de ser mãe havia sido interrompido.

Lembro que no mesmo quarto, havia uma moça que também estava passando pela mesma situação que eu, mas no caso dela, era a segunda gestação e conversando, percebi que isso é muito comum. Como a enfermeira me disse, a cada 10 gestações, 1 é anembrionária, mas apesar de ser muito comum, não é do conhecimento de muitas pessoas. Eu mesmo só soube depois que passei por ela.

Bom, no momento em que estava indo para a sala de cirurgia, passamos pelo berçário, onde pude ver muitos bebês que tinham acabado de nascer.. não consegui conter as lágrimas. Mas a enfermeira que estava comigo (um anjo que Deus me mandou), me disse: “Não fique assim, ano que vem, o seu bebê também estará ali!” Dei um sorriso e continuamos o nosso caminho, fui confiante que um dia eu iria realizar meu sonho.

Depois do procedimento, fui pra casa descansar e esfriar a cabeça. No começo não queria conversar com ninguém, não queria ver as pessoas, ou que perguntassem por mim.. Mas logo isso passou e comecei a agir e encarar como uma coisa normal da vida. Meu médico pediu para esperar uns 3 meses para tentar engravidar novamente, mas por um deslize, 2 meses e meio depois, eu descobri que estava gravida novamente (apressadinha).

Mais uma vez aquele misto de alegria, ansiedade e medo de ter algum problema nessa nova gestação. Dessa vez consegui me segurar e não contei para as pessoas, ficou só entre eu e o meu marido. Quando completei 8 semanas, pelas contas do médico, fomos fazer o primeiro ultrassom e… lá estava nosso feijãozinho.. perfeitinho com seu coraçãozinho já pulsando, mostrando que ali existia vida e que agora sim, eu iria viver os melhores momentos da minha vida! (Ufa, agora posso contar para todo mundo!!!)

Tudo acontece no tempo certo e da maneira certa. Eu não sei e não entendo qual o propósito, porque tive que passar por isso, mas confio naquEle que me guia e sei que Ele sempre tem o melhor para mim. E a Larissa foi o melhor que já me aconteceu nessa vida!

IMG-20150818-WA0008

 

6 comentários em “Gravidez Anembrionária”

  1. Essa é uma experiência que passei, mas não desejo pra ninguém, foi tudo muito estranho ouvir a minha tia contar oque tinha acabado de acontecer com a Carol estando eu gravida de 2 meses e sem saber que meu bebê também não tinha se formado.Foi muito difícil aceitar essa situação. Mas graças a Deus fui presentiada com mais um filhinho♡Guilherme e Vinicius meus amores♡

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s