Dirummad

Acostumar mal

“Você está acostumando mal ela no colo – me disse o quitandeiro!

Diga isso a natureza, que a deixou 9 meses perto do meu coração, 9 meses no compasso da minha respiração, 9 meses na companhia da minha voz. A natureza que a acostumou mal primeiro, que sabiamente, encheu meu seios de leite para seguirmos sendo uma só.

Que te explique a natureza, por quê ela sorri quando estou feia e me estica os braços louca de amor?

Que eu estou criando mal no colo? Ela não me pede sapatos, nem um carro de luxo. Só quer que eu a encha de beijos molhados em troca.

Não nego colo, porque negar seria reprimir o amor mais puro e incondicional. Me pede colo porque depois de passar quase 1 ano tão unidas como jamais voltaremos a ser, nosso único consolo é nos abraçar, para não sentir tanta saudades e nos amarmos cada vez mais.

Depois de tudo isso, mais cedo ou mais tarde ela aprenderá a caminhar sozinha e tudo isso será só uma linda lembrança de quando uma vez ela foi bebê e o meu colo era tudo pra ela.

Por isso, senhor quitandeiro, sem dúvida a natureza é mais sabia que nós duas. O que pra você é ‘acostumar mal ao colo’, ela chama de AMAR, MAMAR, MAMÃE.

Nem as árvores soltam seus frutos pequenos, o carregam até que estejam prontos. Isso é o natural!”

Autor Desconhecido

mal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s